Dicas de uso de suplementação no esporte

dicas-de-suplementacaoA nutrição esportiva tem evoluído muito, com novas tendências e lançamentos. Para implementar a nutrição adequada e alcançar o aumento da massa muscular, exige-se uma sinergia entre o treinamento, o horário de descanso, o tipo de alimento e a suplementação nutricional adequada, sendo que, quando um destes fatores não está adequado, sem dúvida, o processo de hipertrofia muscular será prejudicado.

Temos diversas funções na suplementação: aprimorar os exercícios, alcançar os principais objetivos, melhorar o desempenho, combater aos radicais livres e otimizar a recuperação pós-exercício. Necessitamos, então, algumas estratégias na alimentação e suplementação e nos tipos de substratos utilizados e os horários sugeridos para o tipo de modalidade exercida:

No treino de musculação, por exemplo, o carboidrato prescrito dependerá de cada indivíduo e da sua resposta insulínica, para potencializar o treino e ter a demanda energética precisa durante os exercícios, sem que apresente hipoglicemia. Os mais indicados é a dextrose e o waxy maize, que tem indicado grandes resultados. Em alguns casos, também pode ser suspendido o carboidrato, principalmente quando o metabolismo é lento e o paciente tem dificuldade de perda de gordura, mas com facilidade de desenvolver massa muscular.

Para o uso de suplementos observa-se também a intensidades dos treinamentos e o tipo de treino exercido no dia. Por exemplo, nos treinos relacionados ao aumento de força e musculatura, os tipos de suplementos mais prescritos são:

  • Whey protein;
  • BCAAS;
  • Glutamina;
  • Creatina;
  • Vitaminas antioxidantes;
  • Carboidratos.

Entre os suplementos mais prescritos temos o BCAAS e glutamina, por serem de baixo custo e possuírem função anti-catabólica. Em alguns casos, são indicados principalmente antes do treino para potencializar a intensidade dos exercícios, prevenir a fadiga, e converter o excesso em energia para realização do treino.

Após o treino intenso, os principais suplementos indicados são:

  • O Whey Protein isolado;
  • Os carboidratos, pois tende a auxiliar na absorção de todos os demais compostos, além de repor a reserva de carboidratos;
  • E as Vitaminas antioxidantes.

Outros tipos de suplementos podem ser prescritos, dependendo da intensidade, dos membros exercidos, o tipo da modalidade, o objetivo e o horário das atividades. Os treinos menos intensos exigem uma redução na quantidade e no tipo de suplementos, lembrando que não existem regras e que depende muito de cada paciente.

Quem deseja ter o gasto energético para queima de gordura, o thermogênico entra nesse processo, mas a sua prescrição dependerá da tolerância e do metabolismo de cada individuo.

Os indicados com freqüência são:

  • O Citrus aurantium;
  • Green tea;
  • L-carnitina entre outros.

Nas atividades de endurance, corrida, ciclismo, natação, lutas e nos treinos realizados com duração acima de uma hora é importante repor os níveis de eletrólitos (sódio, magnésio e potássio) e de carboidratos para reduzir a degradação dos níveis de glicogênio e repor a energia. Os suplementos mais utilizados são:

  • Sachês e géis de carboidratos;
  • BCAAS;
  • Vitaminas antioxidantes;
  • E podem também entrar os suplementos protéicos.

Faça sua parte para poder alcançar os resultados de forma mais rápida e eficaz. Consulte uma nutricionista esportiva e não utilize os suplementos por conta própria. Isso pode te prejudicar.

 

Dica especial:

Hanadi Hamze – CRN8-4132
Nutricionista esportiva, funcional com ênfase em fitoterapia e nutrição estética.
Clinica na Clinifoz – (45) 3523-4544
Rua Pe. Montoya, nº 598 – Centro – Foz do iguaçu.

Comments

comments